“Você é judeu, mas vive como gentio e não como judeu. Portanto, como pode obrigar gentios a viveram como judeus? Gálatas 2:14

Profundo esse texto quando o contexto é compreendido. Havia uma discussão entre Paulo e Pedro. Este pregava aos judeus; aquele, aos gentios. Qual era o problema? Nenhum! Pedro tinha o ministério da circuncisão e Paulo da incircuncisão. E ambos cumpriam o chamado para o qual foram designados. (vs. 7) A situação ficava complicada quando judeus tentavam convencer aos gentios de que precisavam viver na lei. Os judeus criam que a conversão dos gentios só acontecia caso eles cumprissem algumas leis judaicas! Isso te lembra algum cenário atual? Claro que sim! Vemos novos convertidos oprimidos e perdidos tentando cumprir leis e doutrinas que nem mesmo os pastores conseguem cumprir. “Você pode ser crente, mas para isso não poderá mais sair com seus amigos mundanos”. “Você pode ser crente, mas para isso terá que pintar o cabelo de preto, porque esse vermelho não é de Deus”. “Você pode ser crente, mas para isso tem que mudar as suas roupas.” Quem são vocês para impor alguma coisa! Quem sou eu para impor alguma coisa! Não foi para a nossa liberdade que Cristo morreu? Porém, em vez de liberdade, o retrato é escravidão. No versículo 3 desse mesmo capítulo de Gálatas, Paulo diz que Tito, sendo grego, NÃO FOI CONSTRANGIDO a cincuncidar-se diante da pressão dos irmãos.

As igrejas estão cheias de regras e “não podes”. Isso é certo, isso é errado. Isso pode, isso é pecado. Não estou dizendo que tudo é permitido. Mas quem determina o que deve ser feito ou não? Os homens ou Deus? Julgos que Deus não colocou, leis que Jesus não criou, ordenanças sem sentido. Cansei! A Bíblia fala que no tempo da graça há uma só lei! Essa lei é a lei do amor! Tudo que fazemos, fazemos por amor, a Deus e ao próximo. Mesmo que eu cumpra todas as regras, mesmo que eu ande conforme o figurino, se eu não tiver amor, de nada adianta. O que me adianta não ter o cabelo vermelho e julgar o meu irmão? O que agrada mais a Deus? A circuncisão sem amor ou a incircuncisão com amor?

Nem os próprios judeus conseguiam cumpri a lei e queriam que os gentios cumprissem. É muito sério dizer que para eu ser santa, eu preciso deixar de fazer isso ou aquilo. Eu sou santa pelas minhas obras ou por causa da morte de Jesus? O que eu faço ou deixa de fazer me torna mais ou menos em santa? Então, o sacrifício de Jesus não foi suficiente e precisa de mim. Jesus não precisa de nada! A morte dele não me deixou devendo nada, apenas o amor. Engraçado que o amor é a menor preocupação da igreja. Eles se preocupam sim em me ver em todos os cultos, em saber se eu chego na hora, se eu tenho uma célula, se eu honro ao meu discipulador. Mas e o amor? Que foi a única coisa que Jesus ordenou que fizéssemos.

Julgamos tanto, erramos tantos, somos tão injustos, somos tão podres. E diante de tudo isso, muitas vezes nós achamos superiores e capazes de impor alguma coisa a alguém. Quanta hipocrisia. Somos como Pedro no versículo 11 e 12 que comia com gentios e se comportava como eles. Porém, quando os judeus chegaram, ele se afastou porque teme-los! Paulo chama essa atitude de CONDENÁVEL. CONDENÁVEL! Fazemos isso todos os dias, toda hora quando apontamos o irmão que comete o mesmo erro que nós. Se simplesmente cumpríssemos o que Deus ordenou, o mundo seria bem diferente.

Você é judeu, mas vive como gentio e não como judeu. Portanto, como pode obrigar gentios a viveram como judeus? Gálatas 2:4

About these ads